Ritual de Lua Nova em Sagitário (14/12): É Hora de Semear

Chegou o momento de plantar o que se deseja para materializar e tornar concreto as vontades que estão dentro de você
6 minutos de leitura
11.12.2020

Lua Nova com Sol e Lua em Sagitário e Eclipse Solar nos preparando para a chegada de uma tal grande conjunção de Jupiter-Saturno, em 21/12.  UAU! Mas o que isso significa?  Significa muitas coisas. Então, vamos por partes. O Eclipse é a luz do Sol sendo obscurecida pela Lua. O Sol simboliza o futuro e quando ele é eclipsado, pode significar um retorno ao passado.  Ok. Mas retornar ao passado para quê? Nesta lunação, isso pode ser um retorno para rever coisas que influenciam no nosso relacionar… 

Ou seja, seguiremos na toada a que já estamos vindo da lunação anterior sobre relacionamento, lembra? (Saiba mais clicando aqui). Pois é, mas agora vamos subir uma oitava, ou seja, não é mais sobre como nos relacionamos com nós mesmo e com os outros, mas com TU-DO. Afinal, tudo na vida é um relacionamento: das pessoas aos meus objetos pessoais, tudo é um relacionar. Assim sendo, não tem como fugir disso! 

Lua Nova em sagitário: resgate aprendizados

Esta lua nos convida a resgatar os nossos aprendizados desde a nossa infância, pois  isso tudo nos molda e traz à tona nossa forma de ser e de agir com tudo e com todos. A grande mensagem é: “como colocamos a mão na massa para materializar o que queremos, mas de uma maneira nova e atualizada?”

Sagitário traz muita força para o elemento fogo. Então, água e ar nos ajudam nesse novo ciclo e serão a base do nosso ritual. Precisamos de contato com as nossas emoções (água) e de espaço para nossas idéias (ar). 

Este movimento vem potencializado por um grande evento astrológico que acontece dia 21/12, que é a conjunção Júpiter-Saturno em Aquário. Este raro fenômeno nos influenciará nos próximos 20 anos e a entrada desses 2 planetas em Aquário marca o início de uma grande transformação da nossa percepção e conscientização coletiva. 

A questão aqui nesse aparente emaranhado de relacionamentos é: qual parte deste todo eu sou e que parte desse todo eu movimento? O que está ao meu alcance? O que eu preciso transmutar em mim para agir nesse novo movimento? 

Lembra que tudo é um relacionamento? Então… é chegada a hora de percebermos nossas idealizações e como compartilhamos o que somos e tudo que tocamos dentro dessa esfera mais consciente do coletivo. Isto é, a lua nova convida a refletir sobre esse EU que compartilha com o TODO e, a medida que a lua cresce, fica mais claro onde colocar a mão na massa e fazer acontecer.  Parece complexo, mas não é! 

Em resumo, se pensamos em uma rede fica mais fácil compreender: o ponto individual que interfere e troca com o todo e o todo que interfere no individual. Uma grande dança de relacionamentos infinitos a partir das revisões de nós mesmos que transbordam no olhar coletivo. 

Ritual de Lua Nova em Sagitário (14/12)

O ritual dessa lua nova pode durar apenas um dia ou você pode deixar tudo preparado para que ele dure a semana toda, até a grande conjução.

Você vai precisar de:

  • 3 potes de vidro ou cerâmica
  • Água
  • Incenso, pena ou leque (Representando o elemento ar)
  • Vela
  • Papel e caneta

Como fazer seu ritual de Lua Nova em Sagitário:

1. Antes de tudo, coloque em um dos potes a água, em outro o incenso ou elemento representando o ar e, no terceiro, a vela, para ser usada ao final do ritual.

2.  Na lua nova ou ao longo da semana entre lua nova e a grande conjunção, você vai se perguntar: o que eu quero/tenho para compartilhar com o mundo? Quais são minhas ideias, sonhos e projetos que fazem parte dessa construção coletiva? 

3. Anote cada um dessas ideias e coloque no potinho do Ar. Dessa forma, a cada ideia, você escreve um novo papelzinho. Então, vá colocado, abrindo espaço, deixando suas ideias fluírem e terem seu lugar. 

4. No dia do seu ritual (Seja na Lua Nova ou no dia 21/12), você vai acender sua vela e começar a revisitar suas ideias escritas – e agora, a cada um delas você vai fazer uma escolha: elas são ideias que de fato eu quero levar para o mundo ou não fazem parte desse meu eu que se relaciona com o futuro mas que pertencem ao passado? 

5. Se for uma ideia para o futuro: coloque sua intenção de que ela se manifeste e ponha dentro do potinho de água para que este pensar seja integrado às suas emoções se torne parte de você. 

6. Mas, se for uma ideia que não parece mais fazer sentido, algo que precisa ser transmutado, queime no fogo e se despeça dela. Assim, abra espaço para o que realmente você quer levar.

7. Por fim, tome seu tempo. Afinal, é um momento astrológico especial! Quando terminar, pegue seu potinho das águas e coloque na Terra (pode ser um vaso ou jardim), pedindo à força da Terra que traga materialidade para este pensar, que se tornou sentir e que se torna algo concreto. 

8. Então, com muito amor e devoção semeie a si mesmo neste rito. E se prepare para ser este novo SER que se relaciona com o todo!

Leia também


Tania Zaccharias

Tania Zaccharias (@taniazaccharias) é herbalista, reikiana, marmaterapeuta, aromatologista e estudante da espagiria (farmácia egípcia). Há 11 anos pesquisa pesquisadora e vivencia as sabedorias ancestrais e medicinas naturais. É criadora da IYAMI, um laboratório herbal que resgata os saberes antigos na arte de cuidar e evoluir com o Ser.

Mayra Nogueira Machado

Mayra Nogueira Machado (@mayra.nog) é astróloga, doula, taróloga e thetahealer, formações que escolheu para lapidar as sabedorias naturais que (re)descobriu nesta jornada. Desde pequena mergulha nos conhecimentos astrológicos para compreender as leis que regem a natureza.