Ritual para a Lua Cheia (31/10): Abra Espaço para o Novo

A conjunção de Lua e Urano nos chama a quebrar padrões emocionais e semear o que está por vir. Celebre o que acontece no céu com ritos que ancoram essas forças aqui na Terra
8 minutos de leitura
30.10.2020

A noite de Lua Cheia em 31/10 chega em uma data portal conhecida em diferentes tradições… O dia das Bruxas. Com seus significados ocultos lindos (ou temidos?!), é, certamente, reconhecido por sua força e potência. Uma noite para iluminar o fundo da nossa alma e aceitar o convite que a conjunção Lua e Urano fazem no céu nesta data: quebrar padrões emocionais. Para isso, é preciso olhar o nosso interior e perceber o que precisa ser organizado e descartado e, assim, abrir espaço para a força propulsora de nossas realizações e materializações. Quanto poder! 

A Lua Cheia representa a potência de criação e, no dia 31/10, na conjuntura astrológica que observa o trânsito dos planetas, ela estará de mãos dadas com Urano, trazendo a necessidade novos caminhos e perspectivas. Mas, para isso, será necessário colocar ordem no porão. E por que isso é importante? Porque sem essa ordem interna, as coisas não fluem. E, pior ainda: consomem nossa energia, nos impedindo de realizar o que realmente queremos.

Um chamado para adentrar nos nossos porões

É como entrar naquele porão antigo com tudo entulhado, sabe? Pode ter muita coisa boa por lá, mas para descobrir o que há de bom (ou seja, a força de materialização), precisamos primeiro acender a luz. Passar um pano em tudo, ver o que fica e o que vai, descartar o que não serve mais e levar para a sala de estar da casa (sua vida!) o que realmente vale à pena.

O resto a gente doa ou joga fora, agradecendo os aprendizados e serventias que trouxeram em nossa história. Essa Lua nos convida a soltar o que guardamos por apegos. Seja um apego fruto da honra aos  antepassados, à história do que aconteceu ou até mesmo ao  aprendizado que já foi incorporado, mas que agora não faz mais sentido. Sentiu aí? 

Vamos morrer para o que não precisamos mais para, assim, poder fecundar com esse adubo da poda a semente do novo, plantada na força da Luz da Lua Cheia. E assim  germinar novos desejos em nossa vida.

Ritual para Lua Cheia de 31/10

Todo ritual precisa de uma intenção e uma ação. Nesta lua, o convite será para deixar ir o que não cabe mais no porão e abrir espaço para o novo. Por isso, primeiro momento, o movimento é o de desapegar e deixar ir. Na segunda parte, intencionar e semear.


Você vai precisar de

2 velas

Música boa

Disposição interna para mudanças

Ilustração de duas velas brancas

Como fazer seu ritual de Lua Cheia

PARTE 1: LIMPAR E DESAPEGAR

1. A primeira vela será para queimar o antigo e a segunda, para receber o novo. Quem quiser trabalhar com cores, pode usar uma vela preta ou roxa para o velho e  uma branca ou amarela para o novo. Escolha músicas que façam você se sentir bem e inspirada. 

2.  Eleja um lugar onde possa deixar as velas acesas com segurança, com muita firmeza de pensamento e intenção forte elevada no coração. Então, acenda a vela do antigo. Nela, você vai intencionar que seja iluminado dentro de você tudo aquilo do qual não precisa mais e que está pronto para ir..  Peça ajuda aos seus Guias, Mentores ou ao que for Divino para que te guie nessa percepção profunda, enquanto é agraciado com o discernimento de enxergar com clareza os passos dessa limpeza. 

3. Pode ser que você precise organizar fisicamente sua casa e descartar coisas. Mexer nas gavetas, colocar sua planilha financeira em ordem ou apenas meditar em silêncio e honrar e agradecer esses sentimentos que estão no seu porão. Aqui, não importa se a ação será fora (na casa) ou dentro. Então, faça ritualisticamente com este estado de presença firme, silencioso, consciente e elevado – uma vez acendida a vela, você já está em um ritual!  

4. Para quem sentir de organizar a casa interna das emoções, sugerimos fazer uma lista de sentimentos, situações, aprendizados, pessoas e memórias que você está pronta para se despedir, com gratidão e fluidez. Identifique o que é real e o que é apego, e solte!

5. Tome o tempo que precisar. Minutos, dias ou horas, não importa! O que importa é você sentir que limpou o que precisava. Se fez uma lista escrita, queime-a com muito amor e gratidão na vela que representa o antigo. Enquanto observa a queima, agradeça e honre cada uma dessas coisas que fizeram parte de sua vida. Chore, dance, respire, silencie… Sinta o que seu corpo precisa para se limpar. E faça!

Dica extra para encerrar a primeira parte do ritual

Se você organizou fisicamente a casa, escolha um objeto para doar como símbolo desse processo. E faça o mesmo ritual do passo anterior para agradecer enquanto doa aquilo, representando o desapego e a gratidão. 

PARTE 2: SEMEAR

1. Quando a ordem na casa acabar, é hora de celebrar e já agradecer as bênçãos que estão por vir. Acenda a vela da criação e, com ela, firme amorosamente suas intenções e desejos da alma, colocando esses pedidos a serviço da mais Alta Luz e do Mais Puro Amor. Aqui, você também pode fazer uma lista de coisas que deseja: planos para o próximos ano, mês ou semana. Mas seja concreto e específico para que possa ver este algo se materializar. É a Lua Cheia de Touro e Touro gosta de matéria! Deixe seus planos fecundar na Terra… 

2. Do fundo do coração, agradeça ao sentir dentro de você a chegada desse novo. Sinta seu corpo abrir espaço para essa potência da materialização que chega e celebre esse plantio que você acabou de realizar! 

Dica importante: Deixe as velas queimarem até o final. Se precisar dormir, apague a vela mas depois volta a acendê-la quando estiver por perto para que elas queimem por inteiro.

Banhos de Ervas para potencializar seu ritual de Lua Cheia

Se quiser incrementar o ritual com a ajuda das plantas, um banho de alecrim é ótimo para potencializar o ritual da limpeza (faça antes ou depois de acender a vela). E um banho de canela com camomila e mel ajuda a ancorar a força da expansão e prepara você para o ritual do semear.

Banho de Alecrim

Coloque 2 litros de água para ferver e adicione um punhado cheio de alecrim seco ou 3 ramos frescos. Deixe ferver por cerca de 3 minutos. Depois, desligue o fogo e deixe o alecrim abafado na água por 30 minutos. Espere esfriar bem e, na hora do banho, jogue sobre o corpo do pescoço para baixo. Não se enxugue; apenas envolva o corpo na toalha. Esse é um banho de limpeza, ideal para abrir os trabalhos.

Banho de Canela com Camomila e Mel

Coloque 2 litros de água para ferver e adicione 3 ou 4 pauzinhos de canela. Deixe a canela ferver por  10 a 15 minutos. Depois, desligue o fogo e acrescente um punhado de camomila. Deixe a mistura abafadinha por meia hora. Então, coe e coloque uma colher à gosto de mel. Espere esfriar e jogue sobre o corpo, do pescoço para baixo, depois do banho. Não se enxugue. Esse banho é  indicado para antes do ritual do semear.

Leia também


Tania Zaccharias

Tania Zaccharias (@taniazaccharias) é herbalista, reikiana, marmaterapeuta, aromatologista e estudante da espagiria (farmácia egípcia). Há 11 anos pesquisa pesquisadora e vivencia as sabedorias ancestrais e medicinas naturais. É criadora da IYAMI, um laboratório herbal que resgata os saberes antigos na arte de cuidar e evoluir com o Ser.

Mayra Nogueira Machado

Mayra Nogueira Machado (@mayra.nog) é astróloga, doula, taróloga e thetahealer, formações que escolheu para lapidar as sabedorias naturais que (re)descobriu nesta jornada. Desde pequena mergulha nos conhecimentos astrológicos para compreender as leis que regem a natureza.