Entre na Era do Compartilhamento

As novas economias fazem da colaboração um ótimo negócio para a sociedade e a natureza. E talvez o único meio de o planeta sobreviver
6 minutos de leitura
18.11.2019

Quando pensamos em economia, logo vem à mente números ou bolsa de valores. Mas um bate-papo com Izabella Ceccato, especialista no tema da colaboração e da economia compartilhada, demonstra que há espaço, e sobretudo necessidade, para pensarmos menos nos índices e mais em consciência, compartilhamento e responsabilidade. “O caminho é envolver pessoas na criação e na execução de uma saída para as questões econômicas e ambientais geradas pela desigualdade social e pelo consumo desenfreado”, diz. 

Para ela, compartilhar ideias, produtos e serviços, é uma tendência mundial e sustentável que envolve desde emprestar a furadeira para o vizinho até alugar um quarto da sua casa para melhorar o orçamento mensal. “Na economia do compartilhamento, a sustentabilidade está mais próxima, pois você pode usar coisas sem precisar comprá-las”, explica. 

Por isso, compartilhamos, aqui, dez iniciativas que podem trazer para a sua rotina a prática do compartilhamento e de uma economia mais solidária, que permite as trocas e uma relação mais humana e sustentável com o outro e com o mundo.

Tem açúcar?

Esta plataforma facilita o compartilhamento de objetos entre vizinhos para ajudar as pessoas a economizar e a consumir com mais consciência. A rede também permite outras interações, como pegar carona ou fazer exercícios físicos, para que todos possam se apropriar, de fato, da vizinhança, usando melhor os recursos que têm. Para usar, é preciso baixar o aplicativo, se cadastrar e dizer o que procura e oferece.
www.temacucar.com

1001 trocas

Neste site, há um pouco de tudo. São mais de 20 categorias de itens como eletrônicos, roupas, utensílios de casa e até automóveis que podem ser trocados. valores são relativos: a ideia é que a pessoa se desfaça de algo que não usa e receba algo que lhe será útil. É possível, também, adquirir e oferecer serviços, como um conserto ou uma construção.
www.1001trocas.com.br

Book Crossing

Uma biblioteca mundial. É assim que se define esta rede, que consiste em alguém registrar um livro no site, etiquetar e deixar o exemplar em local público para que outra pessoa o encontre, leia e faça o mesmo. Qualquer um pode participar do movimento, já que não há regras. Apenas é esperado que as pessoas que peguem esses livros acessem o site e digam que estão com ele. Dessa forma, é possível rastreá-lo.
www.bookcrossing.com

O Poder da Colaboração

Esta é uma rede que promove encontros frequentes, gratuitos, físicos e virtuais entre pessoas que colocam em prática a vida em comunidade. O objetivo é dar voz para essas pessoas e criar espaços para disseminar a cultura colaborativa e essa nova forma de viver. Todos os encontros e palestras ficam disponíveis nas redes sociais.
www.opoderdacolaboracao.com.br

Beliive

O nome desta plataforma faz um trocadilho com “believe” (acreditar, em inglês). E isso tem sua razão: afinal, por que não acreditar em relações de troca onde a moeda é o tempo de cada um? No site, você pode trocar uma hora do que você faz bem por um crédito de uma hora e, depois, utilizá-lo para aprender inglês, por exemplo. Não existe atividade mais ou menos importante, pois todas valem o mesmo compartilhamento.
www.beliive.com

Roupa Livre

A ideia aqui é renovar seu armário trocando as peças que você não usa mais por outras, também usadas. Para isso, é preciso baixar o aplicativo, se cadastrar, inserir fotos dos itens que você quer trocar e curtir as peças que te agradam postadas por outros usuários – que, por sua vez, podem curtir suas roupas também. E, assim, fazer a troca.
www.roupalivre.com.br

Banco de Tecido

Todo ano, toneladas de tecidos são descartados no planeta e a maioria vai para aterros sanitários, levando até cem anos para se decompor. A boa notícia é que existe um sistema de circulação de tecidos de reuso que dá uma segunda chance para todo esse descarte: o Banco de Tecido. Nele, uma pessoa deposita as sobras de tecidos, acumula créditos e retira outros no lugar.
www.bancodetecido.com.br

Dog Hero

Ao invés de hotéis para animais, esta plataforma oferece uma rede com anfitriões cadastrados dispostos a receber cães e gatos em sua própria casa, por diárias de 20 a 150 reais. A conexão entre anfitrião e dono do animal acontece por meio do site ou aplicativo. E, além do serviço de hospedagem, há também passeios e cobertura de veterinário em caso de emergência.
www.doghero.com.br

BlaBlaCar

Criado para o compartilhamento de viagens e custos, como gasolina e pedágios, este aplicativo vem crescendo no Brasil. Mas é diferente de outros apps de transporte, como Cabify e Uber. No BlaBlaCar, é o motorista que define e publica o trajeto. E quem tiver interesse, se manifesta. A ideia não é gerar renda extra, mas economia para motoristas e viajantes, além de poupar emissão de gás carbônico.
www.blablacar.com.br

Home Exchange

Com apenas uma anualidade, é possível cadastrar sua casa nesta plataforma para oferecê-la como troca por outra, durante um período, em qualquer lugar do mundo. O primeiro contato entre os moradores é pelo site, mas, depois, as conversas seguem independentes até chegarem num acordo. Tudo na base da confiança e da alegria de compartilhar.
www.homeexchange.com

Inspiração

O que o YAM tem pra te dizer hoje?

Um oráculo. A seção Inspiracão propõe um jeito lúdico de revelar conhecimentos que estão presentes no nosso conteúdo. Foram selecionados pela nossa equipe e você vai descobrir aquele que tem a ver com você.

Surpreenda-se