Os Benefícios do Coentro

Essa erva, muito usada no ayurveda, é refrescante, calmante e ajuda a diminuir o excesso de calor no corpo; saiba como usar
5 minutos de leitura
05.08.2020

O mundo, já cheio de dualidades e separações, também parece se dividir quando o assunto é ele, o coentro. Amado por uns e odiado por outros, hoje já há até uma explicação científica para justificar a objeção ao coentro que muitas pessoas sentem. A tese é a de que  há um fator genético entre os odiadores do coentro, uma predisposição para que o sabor lhes causem certa aversão. Mas essa erva bastante utilizada na gastronomia nordestina, por exemplo, também é riquíssima em benefícios segundo o ayurveda. E, mesmo se você não for um amante do coentro, pode aprender a gostar dele também.

Fresco ou em sementes, o coentro tem sabor amargo, adstringente e levemente picante. “Ele é muito eficiente no tratamento de distúrbios de pitta, especialmente em reações alérgicas de pele, vermelhidão e ardências urinárias”, observa Laura Pires, terapeuta e  professora no curso Ayurveda: Ciência da Vida, Alimento para a Alma. Por outro lado, precisa ser consumido com certa cautela em quem tem distúrbios de vata, especialmente em sua versão fresca.

Ícone de folhas e sementes de coentro

Benefícios do coentro

A planta cresce com mais facilidade em regiões com muito sol e muito calor – justamente onde ela costuma ser mais consumida. No Brasil, sudeste, nordeste e norte é onde o coentro está mais presente. “Por isso ele é tão sabiamente utilizado em pratos baianos, indianos e mexicanos tão apimentados”, observa Laura. Entre suas principais funções medicinais estão:

Reduz reações alérgicas de pele

Melhora ardências urinárias

Estimula a secreção de sucos gástricos

Vermífugo

Cuida do sistema urinário, respiratório e digestivo

Ajuda a diminuir a queimação e o calor

Ajuda a pacificar Pitta

Trata diarreias e disenterias

Digere o Ama (toxinas)

Laura ressalta que semelhante aumenta semelhante e oposto trata oposto. Então, com propriedades mais refrescantes, o coentro ajuda a equilibrar o calor em pratos mais apimentados. Mas precisa ser consumido com moderação por quem tem distúrbios de vata.

Ícone de pilão com ervas e sementes de especiarias

Como consumir o coentro

O coentro vai muito bem em pratos apimentados ou em refeições em dias muito quentes, por exemplo. Mas vale ressaltar que não é só utilizar a erva para ter os benefícios de uma vida mais saudável. “Encher as receitas de especiarias não significa que você está seguindo o ayurveda. É importante uma combinação adequada, para aproveitar as propriedades terapêuticas e não cair nessa armadilha de achar que só por utilizar uma especiaria você está melhorando sua saúde”, observa Laura. De novo: o convite é um cuidado com o todo.

Pilão de pedra com pote de sementes de coentro ao lado
O pilão é uma boa forma de moer, delicadamente, os grãos do coentro. Foto: Loiro Cunha

Quem tem mais dificuldade com o gosto da erva fresca, pode optar por utilizar a semente, com sabor mais suave. Basta triturar os grãos delicadamente com um pilão (ou um moedor de café ou especiarias) na hora de usar. Inclusive, as masalas, que são uma mescla de especiarias, podem ser uma boa forma de começar atemperar as refeições quando ainda não estamos íntimos de todas as suas propriedades (veja receita abaixo). Já a versão fresca do coentro deve ser usada na finalização dos pratos. Assim, não perde suas vitaminas, minerais e ações antioxidantes.

Laura Pires também desenvolveu um Guia Prático que aborda as propriedades de várias outras especiarias na medicina indiana, apontando seus usos e benefícios.

4 potes de vidro com masalas, preparações de especiarias típicas da culinária indiana
As masalas são misturas de especiarias e um bom jeito de desfrutar da potência delas. Foto: Loiro Cunha

Receita: Masala de Feno-Grego, Coentro, Mostarda, Cominho, Cúrcuma e Gengibre

Ingredientes

1 colher de sopa de feno-grego
1 colher de chá de pimenta-do-reino em grão
1 colher de sopa  coentro em grão
1 colher de sopa de mostarda em grão
1 colher de sopa de cominho em grão
1 colher de sobremesa de cúrcuma em pó
1 colher de chá de gengibre em pó

Modo de preparo

Coloque as especiarias em grãos diretamente na frigideira e, quando começarem a exalar o aroma, coloque as especiarias para um moedor ou liquidificador. Triture até fazer um pó bem fininho. Guarde em um recipiente de vidro fechado e protegido da luz.

Você pode conservar a masala por 15 a 60 dias.